Games and Health | Exploring Game Studies, Communication and Health

A Nova Corrida do Ouro

Um relatório do banco mundial estima que o mercado de bens virtuais (comercializados em jogos online como World of Warcraft) movimente valores da ordem de 3 bilhões de dólares. Destes, 75% vem dos gold farmers, jogadores que coletam bens virtuais no jogo (equipamentos como armas e armaduras e a moeda fictícia do jogo) para mais tarde revendê-los a outros jogadores. Nestes jogos, equipamentos mágicos têm uma grande influência sobre o poder do personagem, mas muitos jogadores não dispõem de tempo para conquistá-los em jogo, e preferem investir dólares reais no seu personagem, comprando bens virtuais de terceiros.

Apesar dos esforços das desenvolvedores de games em eliminar a prática, considerada abusiva, os gold farmers têm se multiplicado, organizando-se em cadeias complexas que vão desde a coleta em jogo (geralmente através de “funcionários” operando personagens dentro do jogo) até a venda final por meio de sites como o eBay. O que parece uma trivialidade à primeira vista, está se tornando uma opção de carreira para muita gente em países asiáticos como China e Vietnã, onde mais de 100.000 pessoas são pagas para jogar. Os lucros do gold farming retornam ao país “produtor” de forma muito mais substancial do que os de bens mais tradicionais “offline”, como a agricultura, o que leva o relatório do banco mundial a sugerir que a produção de bens virtuais possa de fato ser encarada como um ofício reconhecido, capaz de ajudar a equilibrar as finanças de nações mais pobres.

via BBC News

FacebookTwitterGoogle+EmailShare
Back to Top

Write a Comment

XHTML: You can use these tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

%d bloggers like this: