Games and Health | Exploring Game Studies, Communication and Health

Jogos contra o crime?

Em tempos de recessão econômica normalmente há um aumento da violência. A recessão leva ao desemprego, que afeta desproporcionalmente os jovens do sexo masculino, e estes jovens sem atividade muitas vezes se tornam violentos. Foi assim nas últimas recessões, com uma forte correlação entre o aumento do desemprego e o crime.

No entanto, na semana passada, o FBI noticiou as últimas estatísticas sobre o crime nos Estados Unidos: crimes violentos caíram 5,5% em relação ao último ano e os crimes contra a propriedade caíram 4,9%. Estranhamente, embora o desemprego esteja subindo a violência caiu.

O economista Lawrence Katz suspeita que a razão possa ser os games. Embora ele deixe claro que não se baseia em nenhuma pesquisa, acredita que além das horas de entretenimento, os jogos dão às pessoas uma via de expressar sua frustração. Isso ocorreria com mais intensidade entre os jovens do sexo masculino, que tendem a apreciar mais os jogos eletrônicos e que são justamente o grupo mais representativo nas estatísticas de crimes violentos.

A idéia de Katz parece se inspirar na pesquisa de Gordon Dahl e Stefano DellaVigna, economistas que, a partir de dez anos de dados sobre crimes, críticas de filmes e público frequentador dos cinemas, demonstraram que os filmes violentos tinham uma relação com a diminuição da criminalidade nos dias após sua exibição. A conclusão dos pesquisadores foi que não apenas os filmes mantinham criminosos em potencial longe de drogas e álcool pela duração do filme, mas que a violência mostrada na tela poderia ser uma válvula de escape para a platéia. De forma semelhante, um estudo de 2009, apontava uma forte relação entre o aumento do acesso à pornografia online e a diminuição de casos de estupro. Uma vez que o grande público consumidor da pornografia é composto de homens jovens, justamente o grupo mais propenso ao abuso sexual, o estudo sugeria que a pornografia poderia agir como uma forma alternativa de satisfação de eventuais impulsos sexuais violentos.

Estas vias de investigação com certeza merecem mais estudos. Seria irônico que os jogos, durante anos massacrados pela imprensa americana como causadores primários da violência juvenil, se revelassem ao final como um de seus maiores elementos de contenção. Afinal, é melhor jogar GTA que roubar carros de verdade…

FacebookTwitterGoogle+EmailShare
Back to Top

Write a Comment

XHTML: You can use these tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

%d bloggers like this: